Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Patrinidade ou a odisseia de um tripai

Ser pai é a melhor experiência do mundo, imaginem ser pai de três, e logo de três rapazes! Este espaço vai ser dedicado às minhas peripécias como pai e à aventura mais alucinante que se pode imaginar...

Patrinidade ou a odisseia de um tripai

Ser pai é a melhor experiência do mundo, imaginem ser pai de três, e logo de três rapazes! Este espaço vai ser dedicado às minhas peripécias como pai e à aventura mais alucinante que se pode imaginar...

As minhas noites são uma longa Super Bowl

jeff-bridges-super-bowl-commercial-2015-squarespac

 Alugo experiências. Experiências fantásticas de sono. Para terem uma ideia do que são as noites lá em casa imaginem que estão a ver uma transmissão da Super Bowl.

Agora que têm essa imagem na cabeça, digamos que o sono propriamente dito corresponde ao tempo útil de jogo. Este está, natural e inevitavelmente, distribuído por 4 períodos. Não é possível disputar esta partida toda de seguida porque os intervenientes precisam parar para descansar.

Os time outs, aquelas paragens de jogo mais rápidas, são aqueles momentos em que eles choram, nós damos uma corridinha até ao quarto, chucha na boca, e resolve-se o problema. Aqui por vezes entra em campo a Defensive Lineman, que é a primeira linha de defesa responsável por parar o jogo ofensivo. Neste caso o ataque é feito por um dos pais e a linha de defesa é composta pelos brinquedos espalhados na penumbra do quarto.

O intervalo é um pouco mais complicado, mais demorado, o tempo tem de ser preenchido de outra forma. Muitas vezes, tal como na Super Bowl, aparece algum artista a cantar... Este é, sem dúvida, o momento mais fatídico da partida / noite, e onde surgem frequentemente lesões para os treinadores / pais.

Quando os treinadores conseguem afinar a táctica no intervalo, pode acontecer de seguida o touchdown, o momento alto do jogo quando um jogador ultrapassa a linha de "golo" adversária com a bola e pontua, o que em linguagem de noites significa finalmente conseguir que o/os adversários voltem a adormecer. No futebol americano e em especial na Super Bowl este momento é assinalado com uma dança, aqui surge a única diferença entre este desporto e as noites lá em casa, porque o jogador / pai que concretiza este touchdown normalmente volta a adormecer logo a seguir e não consegue festejar...

Como em todos os jogos há penalizações. No futebol americano há o Too many men on the field, o que pode ser traduzido livremente para Demasiados miúdos na cama dos pais. Esta é uma clara violação das regras e que é normalmente penalizada com expulsão de um dos elementos (pai) do terreno de jogo (cama).

Não sei se no futebol americano será assim também, mas, lá em casa, o jogo está claramente viciado e os vencedores são sempre os mesmos e, quando o apito final do árbitro (despertador) soa, é sempre a mesma equipa a festejar e a equipa adversária a enterrar a cabeça no relvado (almofada).